jusbrasil.com.br
21 de Outubro de 2019

Planejamento sucessório: saiba quais são as ferramentas aplicadas

Eva Venialgo Oviedo, Advogado
Publicado por Eva Venialgo Oviedo
há 2 meses

O planejamento sucessório é estruturado pela elaboração de um plano de ação capaz de evitar prejuízos e perdas durante a transição.

Isto é, a transferência formal de seu patrimônio para os herdeiros, sejam eles naturais (filhos, esposa e/ou marido) ou designados (quaisquer pessoas que você queira que usufruem dos bens) com o menor custo financeiro, tributário e burocrático possível.

Além disso, a transmissão de bens envolve diversos custos, que podem ser evitados com um planejamento sucessório bem feito.

Vejamos algumas ferramentas aplicadas no planejamento sucessório são:

  • Testamento;
  • Seguro de vida;
  • Usufruto;
  • Doação;
  • Partilha em vida;
  • Fundos imobiliários;
  • Holding, entre outras.

A vantagem do planejamento sucessório é a redução de custos.

Dessa forma, com um bom planejamento sucessório pode prevenir desgastantes e desnecessários litígios entre os herdeiros, que terminam despendendo largo tempo e muito dinheiro em processo litigiosos de partilha.

Conheça também o nosso BLOG e Instagram e tenha acesso aos conteúdos jurídicos!

2 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Ótimo artigo!
Simples e prático.

Parabéns. continuar lendo

Obrigada, Mayara! continuar lendo